top of page

Vereadora propõe instalação de detectores de metais nas escolas municipais de Jaguariúna

A

vereadora Ana Paula Espina (PDT) protocolou, nessa terça-feira (28), um projeto de lei que obriga a Prefeitura a instalar detectores de metais nas escolas municipais. O projeto ainda deverá passar por comissões até ser votado pelos demais vereadores.


Segundo o texto do projeto, além da obrigatoriedade de passar pelo detector, a vereadora propõe que haja a inspeção visual dos pertences, quando identificada alguma irregularidade. Ana Paula justifica o projeto diante da onda de violência nos estabelecimentos de ensino, onde professores, funcionários e alunos são vítimas de ataques com armas de fogo e/ou arma branca.


Em menos de 48 horas, a Polícia Civil registrou sete boletins de ocorrência envolvendo planos de ataque a escolas na na Grande São Paulo, segundo Secretaria da Segurança Pública (SSP).


“Os recentes casos mostrado pela mídia dão mais luz à necessidade imediata de segurança nas escolas. Precisamos reforçar a segurança interna com catracas, detectores de metais e botões de pânico e alerta”, frisou a vereadora, que contou com a colaboração do deputado federal Delegado Palumbo na elaboração do projeto.

Caso o projeto seja aprovado, a Prefeitura terá um prazo de seis meses para adequar todas as unidades de ensino conforme exigência da lei.


DEFESA PESSOAL



Também nessa terça-feira, o prefeito de Jaguariúna, Gustavo Reis (MDB), anunciou a criação de um programa de capacitação de professores e demais profissionais da rede municipal de ensino para técnicas de defesa pessoal.


A iniciativa ocorre um dia depois do assassinato da professora Elisabeth Tenreiro, de 71 anos, morta a facadas por um aluno de 13 anos, dentro da escola onde trabalhava, na Vila Sônia, em São Paulo. O adolescente foi contido e imobilizado por outra professora, o que evitou que a tragédia fosse ainda maior.


Gustavo Reis fez o anúncio a uma plateia de profissionais da Educação de Jaguariúna que participam de treinamento de primeiros socorros, no Teatro Municipal Dona Zenaide, ao lado da secretária municipal de Educação, Cristina Catão.


“Vamos fazer um treinamento, voltado a todos os nossos profissionais da educação, de técnicas de defesa pessoal. Somos a primeira cidade do Brasil a fazer isso. Nós não vamos esperar que uma tragédia aconteça em nosso município. Queremos que todos passem por esse treinamento para prevenir tragédias”, disse o prefeito.


Fonte: O Jaguar


VESTIBULAR-2024_Bastidores-Noticia_VESTIBULAR-2024_300x600 (1).jpg
unnamed (1).jpg
bottom of page