top of page

Vandalismo e furtos por moradores de rua preocupam moradores do Jardim Planalto em Jaguariúna

A crescente onda de vandalismo, furtos e roubos cometidos por moradores de rua tem se tornado uma preocupação constante para os moradores do bairro Jardim Planalto, em Jaguariúna. Nas últimas semanas, a situação se agravou, levando os moradores a expressarem seu temor diante dessa realidade.


Na madrugada de segunda-feira (2), um dos moradores de rua que frequentam a região decidiu incendiar um contêiner de plástico pertencente à Prefeitura. O ato criminoso ocorreu por volta de 1h20, quando o contêiner estava cheio de lixo, na esquina das ruas Amazonas com o Fortunato Antonio. Este episódio foi apenas um exemplo de vandalismo que tem assombrado os moradores do bairro.


Outras ocorrências também foram registradas, muitas das quais envolveram furtos e roubos cometidos por esses moradores de rua, que muitas vezes são usuários de drogas. Suas principais áreas de concentração são ao redor da linha férrea, que fica próxima à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do município.


Durante a reunião o do Conselho Comunitário de Segurança (Conseg) de Jaguariúna, realizada na noite de ontem, comerciantes e moradores colocaram suas preocupações e experiências alarmantes naquela área e pediram providências urgentes.

Eles, foram orientados pelas autoridades para não darem alimentos e nem dinheiro. Essa ação pode contribuir para reduzir a dependência deles em relação às ações e, consequentemente, minimizar o incentivo a atividades criminosas.


No entanto, nem todos seguem esse pedido, o que levou a situações desconfortáveis ​​em que moradores de rua entram em estabelecimentos comerciais em busca de ajuda. Mas na realidade, segundo relatos de alguns comerciantes, eles pedem alimentos e trocam por drogas na biqueira. " Fomos orientados pelas autoridades a não dar alimentos e nem dinheiro. Estamos sendo criticados por muitas pessoas, não somos egoístas, se fosse para comer, tudo bem, mas o problema é que eles pegam as doações que damos e trocam por drogas,"relatou ma comerciante.

" Precisamos de uma ação urgente, estamos a cada dia a mercê deles, eles entram, roubam, furtam, quebram e nada é feito, porque a polícia vai prendar e a lei solta e ele volta e continua no crime. Somos reféns deles, se damos, eles trocam, se não damos, eles furtam, roubam e quebram", desabafou outro comerciante.

Medidas em Andamento


Nesta quarta-feira, está marcada uma reunião entre as secretarias de Segurança, Saúde e Assistência Social do município para discutir novas medidas que possam ser tomadas em relação à população em situação de rua. Essa iniciativa visa encontrar soluções mais eficazes para abordar o problema no Jardim Planalto em Jaguariúna.


Reportagem: Susi Baião


Comments


bottom of page