top of page

Polícia em busca de criminoso que roubou e matou jovem em Santo Antônio de Posse 


  



Uma intensa operação policial foi realizada na noite de domingo (3) nos arredores do bairro São José, em Jaguariúna, após um criminoso ter roubado e assassinado um jovem de 26 anos em Santo Antônio de Posse. A polícia está empenhada na captura do suspeito, que, ao se deparar com uma viatura da Polícia Militar, abriu fogo contra os policiais e, na sequência, fugiu para uma mata próxima ao local.



João Vitor Jorge estava com a namorada que não foi atingida.  

E ele é a primeira vítima de latrocínio, que é roubo seguido de morte, na cidade nos últimos 22 anos – desde que as estatísticas passaram a ser publicadas no site da Secretaria de Segurança Pública (SSP).


 


O latrocínio foi por volta das 21h na região central da cidade. Jorge e a namorada, de 17 anos, estavam em uma camionete Savero pesquisando no celular sobre alguma lanchonete aberta para lancharem, quando apareceram dois homens em uma moto Honda Fan vermelha. Um deles estava armado e anunciou o assalto. A adolescente estava na direção do carro e desceu logo que o bandido exigiu os pertences e a chave do carro.


 


Segundo depoimento dela para a polícia, Jorge continuou dentro do carro e teria tentado impedir o roubo, mas o criminoso reagiu a atirou. Ele foi alvejado na cabeça. O jovem chegou a descer do carro e sentar na calçada.


 


Os criminosos fugiram com o carro e os celulares da vítima. Um deles fugiu com a caminhonete e o outro na moto. O ajudante chegou a ser socorrido e levado pela ambulância ao pronto-socorro da cidade, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.


 


Através do sistema de monitoramento da Guarda Civil Municipal (GCM), os agentes de segurança conseguiram identificar a moto e o trajeto dos veículos e fizeram alerta no sistema regional de segurança.


 


“Nossa equipe seguiu até o limite de Jaguariúna com Santo Antônio de Posse e quando estávamos na Rua Pacífico Moneda vimos a Savero transitando na Rua Maranhão e fomos atrás”, contou o cabo da Polícia Militar (PM), Jhonny Emerson Chaves.


 


Os policiais militares acompanharam o carro que estava em alta velocidade por cerca de cinco minutos. Segundo Jhonny,  após passar sobre duas lombadas e perdes as rodas nos redutores de velocidade, o suspeito rodopiou com a caminhonete, atravessou um canteiro e só parou ao bater no alambrado.


 


“Desembarcamos e buscamos proteção. Depois de uns minutos o motorista saiu atirando e correu para o mato. Fomos atrás, mas ele conseguiu fugir”, disse o militar.


 


Policiais do 1º Batalhão de Ações Especiais (Baep) e a Guarda Civil Municipal (GCM) de Jaguariúna foram acionados para apoio, mas os criminosos não foram localizados.


 


A camionete era rebaixada e com caixas de som de alta potência. O cabo Jhonny, acredita que os criminosos visavam o som, que custa caro. Dentro do veículo, os policiais encontraram um capacete e os celulares das vítimas. Na mata, os agentes localizaram um revólver calibre 38. Tudo foi apreendido e levado para o plantão policial. O celular da adolescente foi devolvido para ela.


 


O jovem foi sepultado na manhã de terça-feira (5) no Cemitério Municipal de Santo Antônio de Posse.



Reportagem: Susi Baião



0411citroenportalcidadecitroen05-63657ea3c83cc.jpg
image002.gif
314047026_2806382459506272_3789998224395811864_n.jpg__nc_cat=108&ccb=1-7&_nc_sid=730e14&_n
APARECIDA.jpg
bottom of page