top of page

Operação ENEM escolta provas e garante a segurança de 500 mil candidatos

Desde 1º de outubro, equipes da Polícia Militar do Estado de São Paulo estão mobilizadas para escoltar as provas que serão aplicadas aos candidatos ao Exame Nacional do Ensino Médio, o ENEM 2022, passaporte para o acesso às melhores universidades do país.


No primeiro dia do mês passado, um malote com as provas que serão aplicadas em todos os estados, foi escoltado por policiais paulistas da gráfica ao armazém central dos Correios.


Do armazém central, uma nova escolta acompanhou um malote até o Aeroporto Internacional de Guarulhos com as provas que serão aplicadas em outras 26 unidades da federação.


Os exames que serão entregues aos 507.214 candidatos inscritos no estado de São Paulo também foram escoltados por policiais militares, do armazém central para oito distribuidoras regionais dos Correios.


Somente nos dias das provas, equipes dos Correios acompanhadas por PMs levarão os pacotes com os exames para cada escola ou local de aplicação, em 210 municípios do estado.


No total, a PM prestará 1.262 escoltas, com 4,612 policiais e 2.306 viaturas na Operação, que prevê ainda o acompanhamento das provas realizadas até os centros de distribuição regionais e, depois, ao armazém central dos Correios, de onde sairão apenas para o local de correção.


Este efetivo da PM inclui as escoltas dos dias 13 e 20 de novembro, ENEM impresso e digital, e dos dias 10 e 11 de janeiro, quando a prova será aplicada aos candidatos privados de liberdade e para pessoas que, por algum motivo justificável, não puderam realizar a prova nas datas oficiais.


No total, a Polícia Militar mobilizará quase 15.000 policiais na operação – 10.000 vão garantir o reforço de policiamento nos municípios em que o ENEM será aplicado, além dos 4.612 que cuidarão das escoltas das equipes dos Correios com as provas.


Organizada com meses de antecedência, a Operação ENEM tem como principal objetivo assegurar a segurança e a tranquilidade dos candidatos nos dias de realização dos exames. Além de garantir o sigilo e a


integridade das provas, inclusive depois que essas são preenchidas e enviadas para o local em que serão corrigidas.


Além da PM, a Operação ENEM integra 27 órgãos de estado e concessionárias de serviços públicos, como a Polícia Civil, Polícia Técnico-Científica, Guarda Civil Metropolitana, Defesa Civil, Secretaria da Educação, Companhia de Engenharia de Tráfego e Agências Reguladoras de Energia.


Nos dias de aplicação das provas, no Centro de Operações Integradas da Secretaria de Segurança Pública (COI-SP), as 28 agências vão monitorar a operação, com o objetivo de agilizar ações e facilitar a troca de informações para a tomada de decisões.


VESTIBULAR-2024_Bastidores-Noticia_VESTIBULAR-2024_300x600 (1).jpg
unnamed (1).jpg
bottom of page