top of page

Jaguariúna vence prêmio de melhor gestão pública do Estado de São Paulo




Jaguariúna é a cidade de 30 mil a 100 mil habitantes com a melhor gestão pública em todo o Estado de São Paulo. O município foi o grande campeão do Prêmio Band Cidades Excelentes 2023 – realizado no último domingo (12), em São Paulo – na principal categoria: Índice de Gestão Municipal Aquila (IGMA). A cidade também venceu na categoria Educação.

Na premiação máxima, de melhor gestão, Jaguariúna obteve nota 74,39 no IGMA. Em Educação, a nota de Jaguariúna foi 80,85. Além de vencer nessas categorias, a cidade também foi destaque em outras duas: Infraestrutura e Mobilidade Urbana (2º lugar) e Saúde e Bem-estar (3º).


A premiação é uma parceria do Grupo Bandeirantes de Comunicação e do Instituto Aquila para incentivar, reconhecer e valorizar boas práticas de gestão com o objetivo de transformar a realidade dos 5.570 municípios brasileiros e melhorar os serviços prestados aos cidadãos.


O Índice de Gestão Municipal Aquila utiliza dados do Tribunal de Contas do Estado (TCE) e conceitos de big data, além de reunir as informações públicas mais atualizadas de todas as cidades do País e projetos enviados pelas próprias prefeituras através do site oficial do prêmio.


O prefeito de Jaguariúna, Gustavo Reis (MDB), representou o Município e recebeu os prêmios em evento realizado no estúdio principal da Band.

“É o reconhecimento de todo um trabalho que a gente vem desenvolvendo ao longo dos anos, nos dedicando dia e noite para melhorar a vida do cidadão. Quando a gente ganha o prêmio máximo, é uma condecoração que premia todo o trabalho de uma equipe e de uma gestão eficiente”, comemorou o prefeito Gustavo Reis.


“É uma honra poder receber esses prêmios em nome de todos os servidores públicos que nos ajudaram nessa conquista”, completou o prefeito, que também é presidente do Conselho de Desenvolvimento da Região Metropolitana de Campinas (RMC).


O PRÊMIO


Segundo o Instituto Aquila, a plataforma IGMA foi desenvolvida por meio de inteligência artificial, que a partir de algoritmos consolida os resultados de 67 indicadores em uma única nota final. Os indicadores são construídos a partir de seis pilares: Governança, Eficiência fiscal e Transparência; Educação; Saúde e Bem-Estar; Infraestrutura e Mobilidade Urbana; Sustentabilidade e Desenvolvimento Socioeconômico e Ordem Pública.


Para cada pilar, os municípios são separados em três categorias de avaliação, de acordo com o tamanho da população local: menor ou igual a 30 mil habitantes, entre 30 mil e 100 mil habitantes e acima de 100 mil habitantes.


VESTIBULAR-2024_Bastidores-Noticia_VESTIBULAR-2024_300x600 (1).jpg
unnamed (1).jpg
bottom of page