DJ e comparsa são levados para cela na ala evangélica da PCE

Presos em flagrante por tráfico de drogas,o DJ Patrike Noro de Castro e o comparsa, Diego de Lima Datto, estão detidos na ala Evangélica da penitenciaria central desde o dia primeiro de Março.
A determinação foi dada pelo juiz Francisco Alexandre Ferreira Mendes Neto, da 13º Vara Criminal de Cuiabá, quando determinou a conversão do flagrante da dupla em prisão preventiva, durante audiência de custódia.
Os dois foram presos em flagrante no dia 28 de fevereiro. Com eles, a polícia apreendeu 113 comprimidos de ecstasy, LSD, anabolizantes e remédios abortivos. Interrogada, a dupla alegou que as drogas sintéticas seriam para uso pessoal.
  
Na decisão, o magistrado afirma que a conversão da prisão se torna necessária porque “a ordem pública será abalada se o autuado permanecer em liberdade, diante da gravidade concreta da ação delituosa”. 

CÍNTIA BORGES 
DA REDAÇÃO






Nenhum comentário