Policia Rodoviária prendeu homem que ameaçava meninas pelo Whatsapp.

O falso curandeiro Edinei Honorato Lopes, 36 anos, acusado de ameaçar meninas na Grande Cuiabá, obrigando-as a enviar fotos e vídeos íntimos através do WhatsApp, foi preso pela Polícia Rodoviária Federal de Vilhena (RO), na noite de sábado, 02.

De acordo com a PRF, Edinei, conhecido como “Maníaco do Telefone”, estava de carona em um caminhão que foi abordado na entrada da cidade.

O homem não estava portando documentos pessoais e, ao ser questionado, ele forneceu um nome falso. O suspeito, então, ficou nervoso e acabou se contradizendo.

Com isso, acabou revelando sua verdadeira identidade. Ao verificar no sistema, os policiais não conseguiram verificar quais os crimes Edinei havia cometido, pois o caso das ameaças está em segredo de justiça por envolver menores.

Imediatamente a Polícia realizou a prisão do suspeito.

Segundo a PRF, ele saiu Comodoro e tentaria se esconder em Rondônia, pois estava sendo procurado.

Modus operandi- Conhecido também como “Mosquito”, Edinei já foi preso três vezes e estava com mandado de prisão preventiva decretada pela Justiça desde março de 2018.

As investigações apontaram que Edinei entrava em contato com as vítimas pelo WhatsApp.

 Ele dizia que, caso a garota não lhe enviasse fotos nuas, faria um trabalho espiritual para ela ficar paraplégica e perder o cabelo.


Nenhum comentário