Servidoras que prestam serviço para terceirizada reclamam da falta de pagamento, o atraso já chega a três meses.

Um grupo de servidoras de uma empresa terceirizada de Cuiabá, estão a cerca de três meses sem receber.
As mulheres que prestam serviço nas delegacias, municipal, regional e instituto médico legal alegam que estão passando dificuldades.
  Um das mulheres é mãe de um recém nascido e não tem dinheiro pra comprar leite especial.
   A maioria das mulheres trabalham para ajudar o esposo, algumas são solteiras mas tem filho,  aluguel e energia para pagar.
Nossa equipe não conseguiu contato com  a empresa localizada em Cuiabá.
   apesar do atraso dos salários o trabalho continua sendo executado.
   Segundas informações o governo do estado não está fazendo o repasse a empresa terceirizada, que conta com um grande número de servidores da região.

Nenhum comentário