Dentista é assassinado a tiros ao chegar em casa, Polícia Civil investiga o caso

Um dentista de 41 anos foi assassinado a tiros ao chegar em casa, na noite desta quinta-feira (19), em Cáceres, a 220 km de Cuiabá. De acordo com a Polícia Militar, o dentista, identificado como Guilherme José Mancuso, chegava em sua caminhonete quando teria sido interceptado e alvejado por disparos de arma de fogo. Ele foi surpreendido por dois homens em uma motocicleta que atiraram e fugiram sem levar nada.
 De acordo com os relatos contidos no boletim de ocorrência o crime teria ocorrido por volta das 21h, sendo que os policiais militares foram acionados dando conta que uma pessoa havia sido alvejada por disparos de arma de fogo na Rua Riachuelo no bairro Cavalhada.
 No local foi encontrado o dentista Guilherme José Mancuso (41 anos) que estava no interior do veículo Toyota Hilux alvejado por dois disparos de arma de fogo. Os policiais Militares acionaram o Corpo de Bombeiros que conduziram a vítima até o Hospital Regional de Cáceres, porém a vítima não resistiu aos ferimentos e veio a óbito. A Polícia Técnica também esteve no local recolhendo provas e indícios para a apuração do caso.
Ainda de acordo com os relatos contidos na narrativa do Boletim de Ocorrência, testemunhas relatam que o dentista estaria acompanhado de uma mulher ainda não identificada que estaria no interior do veículo no momento em que ele foi alvejado, com a chegada da Policia Militar a mulher evadiu do local.
 Nas imagens das câmeras de segurança das residências vizinhas ao local do crime é possível ver o momento em que o dentista se aproxima para entra em sua residência, e que logo em seguida uma motocicleta com o farol apagado se aproxima com dois ocupantes.

Após alguns minutos é possível ver a mulher que estaria junto ao dentista, tentando acionar um dos vizinhos para poder socorrer a vítima.

Segundo com a Polícia Militar, nenhum pertence foi levado. Inicialmente o caso deve ser tratado como homicídio e será investigado pela Polícia Judiciaria Civil de Cáceres. Os policiais fizeram rondas no bairro, no entanto, os dois suspeitos não foram localizados.
 O corpo dele foi levado para o Instituto Médico Legal para exames e já foi liberado para a família. O corpo será velado na capela Park dos Ipês, localizado na Avenida 7 de Setembro, no centro de Cáceres.

Cáceres Noticias 






























Nenhum comentário