Briga termina em facada no residencial dona Julia

Um homem causou enorme confusão no Residencial Dona Júlia na tarde desta sexta-feira em Tangará da Serra. 
José da Silva Costa, de 39 anos invadiu duas residências no residencial Dona Júlia e acabou esfaqueado por José Ronaldo Campos, de 35.
A Polícia Militar e o Serviço de Atendimento Móvel e Urgência (Samu) foram acionados para prestar atender ao caso de vias de fato.
O tenente Márcio Pereira da PM contou que os homens foram algemados para que a situação fosse apaziguada.
“O Centro de Operações da Polícia Militar recebeu informações de que dois indivíduos estariam em vias de fato e de imediato as guarnições deslocaram para o local. Chegando no local, pudemos constatar que já haviam dois indivíduos ensanguentados. Após a abordagem e a detenção dos indivíduos, procedemos com o algemamento, isso para a garantia de ambos e da guarnição”, afirmou.
As autoridades policiais trabalham com a suspeita de que o invasor das residências estivesse embriagado ou sob efeitos de entorpecente.
“Pudemos constatar que um indivíduo tinha perfuração de arma branca, aparentemente em nenhuma região vital, apenas em local de musculatura. Mas, de qualquer maneira, foi socorrido pelo Samu e a gente vai aguardar o laudo médico até que ele seja liberado para apresentação dos dois indivíduos ao Cisc”, acrescentou o tenente, que contou ainda que o rapaz teria entrado em discussão quando levou a facada.
“De acordo com os vizinhos, o indivíduo que foi esfaqueado estava bastante alcoolizado, tentou adentrar em uma das residências aonde foi retirado por populares. Posteriormente, ele tentou adentrar numa segunda residência onde a senhora estava com seu namorado, houve uma discussão e eles começaram as vias de fato, aonde ambos saíram machucados. Um com lesão na cabeça e um dos indivíduos com perfuração na região das costas”, relatou.
Nenhum dos dois corre risco de vida. O Samu socorreu ambos no local com curativos e os encaminharam em viaturas separadas para a Unidade de Pronto-Atendimento (UPA 24 Horas). O homem que invadiu as residências estava tão alterado, que o Samu precisou colocá-lo virado para baixo na maca.
“Ele ficou agitado na ambulância e foi pedido apoio da Alpha para fazer uma sedação nele. A segunda vítima só sofreu um corte contuso na cabeça e foi conduzida pela segunda Bravo para evitar maiores transtornos envolvendo as duas vítimas. Eles foram conduzidos até a UPA para melhores avaliações”, disse o condutor-socorrista Alex Ruiz.

Radio Pioneira

Nenhum comentário