Suspeito de cometer 40 roubos e furtos é preso pela Polícia Civil


Nos últimos dias, Tangará da Serra passou por uma sucessão de roubos e furtos e as vítimas, eram sempre mulheres. Os furtos e roubos, porque em muitas das vezes o ladrão utilizava de violência para com as vítimas, aconteciam quase sempre, a senhoras de mais idade que estavam de bicicleta. O suspeito então se aproximava e cometia o crime. De posse das informações, a equipe de Roubos e Furtos da Delegacia de Polícia Civil de Tangará da Serra iniciou investigações e no dia 09, conseguiu chegar ao suspeito, como informou o investigador de Polícia, Valmir Castrilon. "Desde os primeiros furtos e roubos que aconteceram, a equipe da delegacia de roubos e furtos de Tangará já iniciou algumas diligências e sabendo que havia várias vítimas, calculamos uma cerca de 30 a 40 furtos e roubos que ocorreram. O suspeito sempre utilizava o mesmo modus operandi, então a equipe de roubos e furtos fez um levantamento atrás de imagens e conseguimos chegar a um suspeito por nome C.S. S., vulgo Magrão e nessa data fizemos uma diligência em sua casa e lá encontramos vários pertences bolsas, carteiras femininas, chaveiro, cartão de celulares, pendrive e algumas vítimas nós já conseguimos identificar", destaca.
O mesmo estava em uma área rural onde o detiveram e confessou os furtos e alguns roubos.
Foram apreendidas também, camisetas e uma motocicleta. Possíveis vítimas podem procurar  a Delegacia de Polícia para fazer o reconhecimento dos objetos que com o suspeito foram apreendidos.
Rosi Oliveira / Redação DS






























Nenhum comentário