Mãe e filha são acusadas de integrar quadrilha de receptação

Mãe e filha acusadas de integrar uma quadrilha especializada em receptação e adulteração de veículos roubados/furtados foram detidas, na noite de sexta-feira (20.04), durante investigações da Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos (DERRFVA). A ação resultou na recuperação de um veículo Chevrolet Prisma, roubado no dia 17 de abril.

 A adolescente I.M.T., 17, foi flagrada pelos policiais da DERRFVA quando fazia a entrega do veículo roubado para um suposto comprador. A mãe da menor, C.J.M., 34, possui passagens anteriores  e foi presa  em sua casa no bairro Jardim Califórnia.  O companheiro de C., C.R., 31, apontado como líder da quadrilha continua procurado pela Polícia. 

A quadrilha acusada de vender veículos roubados como se fossem “Finan” já era investigada pela DERRFVA. Com a informação de que grupo estava negociando um veículo Chevrolet Prisma, pelo valor de R$ 14 mil, que seria entregue no Shopping de Várzea Grande, os policiais diligenciaram até o local.

Em trabalho de monitoramento, os policiais visualizaram a adolescente I.M.G. acompanhada de sua mãe C. Em seguida, a menor sozinha encontrou com a suposta compradora e a levou até o estacionamento para entregar o veículo e receber o dinheiro, momento em que foi abordada pela equipe policial.

Em checagem do veículo, foi constatado que o automóvel  era produto de roubo ocorrido no dia 17 de abril e estava com placas adulteradas e documento de Certidão de Registro de Licenciamento de Veículo (CRLV) falso, com cédula produto de furto na cidade de Rosário Oeste.

Questionada, a adolescente inicialmente apresentou documento falso em nome de Amanda e disse que estava fazendo a entrega do veículo a pedido de um “paquera” e que receberia pagamento pelo serviço.

Em continuidade as diligências, os policiais descobriram o verdadeiro nome da adolescente e o endereço em que mora com a mãe no bairro Jardim Califórnia. Os policiais seguiram até a casa, onde realizaram a prisão de C.J.M. Segundo testemunhas, o companheiro da suspeita é líder de uma quadrilha especializada em roubos e tráfico de drogas.

A casa já foi alvo de mandado de busca e apreensão, em uma operação deflagrada em janeiro deste ano pela Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE). Na ocasião, a suspeita C.J.M., e o seu companheiro C.R., foram presos em flagrante após ser apreendido no local, uma caminhonete Chevrolet S-10 roubada e vários apetrechos utilizados para prática de adulteração de veículos.

Diante das evidências, mãe e filha foram conduzidas a DERRFVA. Após ser interrogada pelo delegado Marcelo Martins Torhacs, Cristiane foi autuada em flagrante pelos crimes de associação criminosa, receptação, adulteração de sinal identificador de veículo, uso de documento público falso e corrupção de menores.

A adolescente responderá por ato infracional análogo a associação criminosa, receptação, adulteração de sinal identificador de veículo e uso de documento público falso, sendo o procedimento encaminhado para Delegacia Especializada do Adolescente de Várzea Grande (Derf-VG).

Midia News














Nenhum comentário