​CDP Tangará inaugura canil e obras de reforma


A inauguração realizada na tarde desta sexta-feira (23) contou com a presença de diversas autoridades, entre as quais o Secretário Fausto Freitas, da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos de MT.
Em entrevista à Rádio Pioneira ele ressaltou o bom trabalho que vem sendo feito na unidade. “Fizemos questão de vir participar deste evento de inauguração, tanto do canil, quanto de algumas melhorias e reformas feitas na unidade. Parabenizamos o diretor e toda a equipe pelo trabalho feito".
Dois cães integram desde ontem a equipe do CDP. São cães treinados especificamente para o trabalho dentro de unidades penitenciárias, tanto para encontrar objetos, quanto para resolver situações que exijam restabelecimento da ordem e disciplina. “Vem somar como mais um mecanismo de segurança para a unidade, para os agentes e para os próprios recuperandos. São cães muito bem treinados que muitas vezes em uma situação crítica ajudam a evitar medidas mais enérgicas da situação e restabelecimento da ordem”, destacou o titular da SEJUDH.
Revetrio Francisco da Costa, Diretor do CDP de Tangará da Serra recepcionou as autoridades que acompanharam a inauguração. Ele falou satisfeito, sobre o trabalho feito na reforma do espaço. Os recursos são provenientes do resultado de oficinas que empregam o trabalho de 20 reeducandos.“Eles ganham remissão de pena fabricando mesas, cadeiras e armários que são vendidos aqui em Tangará ou nas cidades vizinhas. Uma parte do que foi pago vai para os familiares deles e o restante vem para o CDP para estas melhorias”, explicou o Diretor.
O CDP tem oficinas de marcenaria e estruturas metálicas e mantém uma grande horta. Toda a produção da horta é aplicada na alimentação dos próprios reeducandos.
Em relação ao canil, Revetrio ressalta que os cães contribuirão grandemente na segurança do espaço. “A partir de hoje já foi homologada esta atuação. Os cães estão treinados e prontos para atuar. Temos dois cães. Um deles para ataque e segurança, que vai trabalhar junto com a contenção e outro que atuará para encontrar entorpecentes e celulares dentro da unidade. Os celulares ele encontra através da bateria”.
A prevenção e combate ao uso de drogas é outro fator relevante, segundo o Diretor. “Vai ajudar muito porque na maioria das vezes os detentos escondem as drogas em locais difíceis, como dentro de colchões. Com os cães poderemos ir ao local certo e fazer esta localização. Ele também fará varredura no entorno da unidade, tanto na parte externa, quanto na parte interna do pátio encontrando o que for deixado para os detentos”.

Radio Pioneira
















Nenhum comentário