Polícias Civil e Militar desarticulam facção criminosa que agia em Tangará da Serra


Nove pessoas sendo seis homens e três mulheres, foram presas suspeitas de estarem planejando um sequestro em Tangará da Serra, nesta sexta feira
Segundo o Delegado de Polícia Nelder Martins os suspeitos planejaram um roubo e o sequestro de uma empresária do municipio.
Conforme o delegado a PJC recebeu informações de que estaria ocorrendo um roubo a uma residência nas proximidades do Bosque, onde integrantes de uma facção criminosa roubariam veículo e tentariam roubar uma residência. “Tínhamos notícia por informantes do município, de que seria a casa de um empresário aqui da cidade. 
A PJC se dirigiu então até a região fazendo campanhas e avistando suspeitos iniciou as abordagens. Já tínhamos abordado dois indivíduos e um veículo quando solicitamos apoio de mais investigadores e da Força Tática da PM”, relatou o Delegado.
Alguns dos suspeitos empreenderam fuga adentrando o bosque e depois em ruas da cidade. “Os policiais conseguiram finalmente prender estes indivíduos que portavam luvas, armas de fogo, fitas e até capuz. Portanto, iriam realizar este roubo e talvez sequestro”, destacou Dr. Nelder.
O Tenente Furquim, da Força Tática destacou que o trabalho conjunto levou a bom resultado. “A Polícia Judiciária Civil já realizava investigação e conseguimos desarticular o bando. A partir do momento que a Força Tática foi acionada, fomos até o bosque, realizamos o cerco junto com a PJC e tentamos a captura do suspeito”, disse.
Como o suspeito se escondeu, os policiais mudaram a forma de atuação. “Colocamos policiais à paisana junto com a Polícia Civil, aguardando que o cidadão saísse. Um segundo veículo apareceu para dar apoio. Acompanhamos o veículo e o abordamos na Av. Brasil. Mesmo assim, mais uma vez, ele fugiu. Três elementos saíram do carro e se entregaram e um fugiu a pé, mas depois foi abordado e todos foram conduzidos para a delegacia”, relatou o Tenente.
O elemento que fugia da polícia informou que teria outra arma e que esta estaria escondida no bosque. “Seria um .38, mas esta arma não foi encontrada nos locais onde ele informou”, afirmou o Tenente Furquim.
Segundo ele, todos os integrantes do bando são de Tangará da Serra. “São da cidade e já integrantes de uma facção criminosa, todos conhecidos da PM e da PJC, uma vez que são contumazes em ações criminosas”.
O Delegado Dr. Nelder Martins irá ouvir todos os suspeitos presos e também os policiais que participaram da ação.
Segundo ele, os suspeitos deverão ser enquadrados por roubo qualificado e organização criminosa. “Vamos verificar ainda a situação do sequestro, mas ficou comprovado que entrariam na residência para levar o veículo e quem sabe objetos da vítima”, disse o Delegado.
Dr. Nelder parabenizou os policiais que participaram da ação. “Parabenizamos os integrantes do 19º Batalhão da PM e também a equipe da PJC, destacando o sucesso da ação que resultou na apreensão de toda o bando”.












Nenhum comentário