ATUALIZADA: Explosão e troca de tiros entre PM e bandidos durante roubo a agencia da CEF em Barra do Bugres


Por volta das 04:05 da madrugada desta sexta-feira, Policiais Militares de Barra do Bugres, em ronda, depararam com um roubo ocorrendo na Caixa Econômica Federal, localizada na Avenida Castelo Branco, bem no centro da cidade.
No momento em que os policiais chegaram já havia ocorrido a explosão ocasionada pelos bandidos. Houve então intensa troca de tiros. Bandidos partiram a pé até o hospital regional, que é localizado há 80 metros da agência, entraram no pronto atendimento e pegaram um automóvel de um dos pacientes que se encontrava no local e fugiram em seguida.
Um dos automóveis usados pelos suspeitos, um Gol bola de cor marrom, foi abandonado na Rua Josino Prado, esquina com a Avenida Castelo Branco, praticamente ao lado da agência. O outro automóvel, o que foi roubado no PA do hospital, foi abandonado próximo a secretaria de obras do município.
Informações não oficiais dizem que alguns explosivos não detonados foram abandonados dentro da agência. Ainda pela manhã, o esquadrão antibombas, chegou ao local que está sendo preservado pela Polícia Militar para a chegada da Polícia Federal que possui a alçada de investigação do crime.
A avenida Castelo Branco e a Rua Josino Prado estão interrompidas de transito no perímetro da quadra da agência.
Até o momento desta edição não houve informações se algum suspeito tenha sido ferido durante a troca de tiros. Nenhum policial foi ferido. Não há notícias do valor levado pelos suspeitos.
Uma pessoa que, possui um estabelecimento nas proximidades relatou que ouviu uma explosão e logo depois, uns trinta segundos, mais outra. “Vários tiros, segundo policiais, eles chegaram a ajoelhar no chão para atirar contra eles. Um dos pacientes do hospital tava saindo, e relatou que um dos bandidos colocou o fuzil na cabeça dele e pediu que manobrasse o carro e deixasse pra eles usar o carro. Aí perguntaram se ele era evangélico e o dono do carro disse que sim, então eles falaram que não iria acontecer nada com ele. Nisso eles viram viatura da polícia e falaram pra ele: ‘voce corre que agora com nós’ e foi vários tiros, aí pegaram o carro desse moço e sairam . Depois eles passaram de volta e a policia atrás. Todo mundo deitou no chão. Deus tocou meu coração e fechei mais cedo hoje”, relatou.
Segundo informações da Polícia, dois suspeitos encontram-se detidos.
Fotos e texto: Plug News






























Nenhum comentário